Inclusão digital nas escolas: entenda o que é e conheça a lei brasileira para escolas públicas

Lousa_Digital_TouchPro_Colégio_MOVPLAN

O nosso cotidiano é marcado pelo uso de recursos tecnológicos que potencializam a nossa produtividade, organização e comunicação. A transformação digital é um fator de grande importância para diversas áreas, como a profissional, pessoal e de educação. Dessa forma, a inclusão digital nas escolas é um assunto que precisa ser debatido e que possui inúmeros benefícios.

Entre os pontos positivos mais evidentes para o professor que adota a inclusão digital nas escolas está a autonomia e a adoção de estratégias de ensino, que buscam criar um processo de aprendizado mais eficiente. Já para os alunos, a inclusão digital nas escolas proporciona mais motivação e protagonismo no ambiente de ensino.

Quer saber mais sobre inclusão digital nas escolas? Continue a leitura para entender o que é inclusão digital nas escolas, conhecer a lei brasileira para escolas públicas, saber como incluir um projeto de transformação digital na educação infantil e como esse assunto ganhou força na pandemia.

[+] LEIA MAIS: 5 (bons) motivos para você utilizar tecnologia em suas aulas

O que é inclusão digital nas escolas?

Você já pensou como seria viver em um mundo sem acesso à internet ou sem o seu celular? Impossível! A inclusão digital nas escolas pode ter muitos benefícios, porque a tecnologia proporcionou facilidade para pesquisar nos sites de buscas, como Google; para se relacionar nas redes sociais, como Instagram e Facebook; para se divertir, assistindo séries, filmes ou séries nas grandes redes de streaming.

Mas e a inclusão digital nas escolas? Assim como o ambiente profissional e pessoal, as instituições de ensino também devem promover a inclusão digital nas escolas. Essa expressão é usada para definir a incorporação e a democratização de tecnologias na aprendizagem dos estudantes.

Dados sobre a inclusão digital nas escolas brasileiras

O estudo ‘O que pensam os professores brasileiros sobre a tecnologia digital em sala de aula?’ revelou que 55% dos professores utilizam regularmente tecnologia em sala de aula no Brasil. A pesquisa do Todos Pela Educação conta com a parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Instituto Natura, Itaú BBA, Fundação Telefônica Vivo e Samsung.

O estudo foi realizado no primeiro semestre 2017 com 4.000 professores do Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens Adultos (EJA) de todas as regiões do Brasil. Os resultados foram ponderados de acordo com a distribuição de docentes de acordo com dados do Censo de Educação Básica 2015 do INEP.

[+] LEIA MAIS: Educação híbrida: nós acreditamos

A pesquisa ainda aponta que 34% dos professores participantes acredita que o maior impacto positivo está na motivação dos alunos. Com 17% das respostas, as entrevistas apontaram também a melhora das habilidades cognitivas e da capacidade dos estudantes procurarem informação.

Lousa_Digital_TouchPro_Colégio_MOVPLAN

Desafios do ensino com a inclusão digital nas escolas públicas

Entre os principais desafios quando o assunto é inclusão digital nas escolas públicas está a infraestrutura. De acordo com a pesquisa ‘O que pensam os professores brasileiros sobre a tecnologia digital em sala de aula?’, do movimento Todos Pela Educação, 66% dos professores da rede pública apontaram que o limitador no uso de recursos tecnológicos é a falta de equipamentos. Além disso, 64% dos entrevistados destacam insuficiência de internet como um ponto desafiador da inclusão digital nas escolas.

Qual é a importância da inclusão digital nas escolas?

A inclusão digital nas escolas possui diversos benefícios para alunos e professores, que são os protagonistas do processo de aprendizagem. Um destaque importante é o aumento do engajamento dos estudantes durante as aulas. Afinal, a tecnologia é atraente e algo muito comum no cotidiano dos alunos, por isso usar recursos que possibilitam a inclusão digital nas escolas pode ser extremamente motivador.

O segundo benefício proporcionado pela inclusão digital nas escolas é o desenvolvimento de habilidades ligadas à criatividade. Por exemplo, trabalhos que envolvam a produção de recursos audiovisuais pode ser um ótimo projeto para estimular novas e diferentes ideias.

[+] LEIA MAIS: Os benefícios da Lousa Digital para sua sala de aula

Por fim, a inclusão digital nas escolas permite quebrar as barreiras físicas para que os estudantes tenham contato com outras culturas. Isso é possível pelo contato com outras pessoas via redes sociais ou com filmes e séries sobre assuntos relevantes para a disciplina.

Essa oportunidade de conhecer novos hábitos, crenças e tradições é enriquecedor para a formação pessoal e educacional das crianças. Além disso, pode ser uma fonte para despertar a criatividade dos estudantes.

A inclusão digital nas escolas pode proporcionar um espaço de aprendizagem lúdico e dinâmico com participação ativa dos alunos. Esse engajamento é essencial para o desenvolvimento do senso crítico e de aprendizado do conteúdo proposto pela grade curricular da instituição de ensino.

Além disso, a inclusão digital nas escolas é uma ótima forma de aumentar a retenção do aprendizado. É o que comprovou William Glasser com a Pirâmide do Aprendizado, que mostra que o índice de absorção pode aumentar em 50% quando existe uma atividade audiovisual interativa com os alunos.

lousa-digital-touchpro

Inclusão digital nas escolas: quais equipamentos adotar?

Entre os diversos benefícios da inclusão digital nas escolas está a possibilidade do estudante aprender brincando, através de jogos interativos. Com o recurso lúdico, é possível estimular a criatividade e a aprendizagem. Além disso, a inclusão digital nas escolas está relacionada com a democratização do acesso à internet, computadores e bibliotecas individuais, entre outros.

As instituições de ensino ainda podem iniciar o processo de inclusão digital nas escolas com o uso das lousas digitais. Na empresa brasileira MOVPLAN, a tecnologia funciona com touchscreen e inclui o exclusivo Software Educacional QUADRIBOK, com ferramentas como escrita, desenho, gráficos, figuras geométricas, apresentações e captura de imagem.

[+] LEIA MAIS: Lousa digital preço: dúvidas frequentes sobre o uso escolar e funções interativas

Outra solução muito relevante para quem busca aprimorar a inclusão digital nas escolas é a Lousa QuadriLine TouchPro, que une a lousa branca tradicional e a lousa digital em um único produto. Já o Gabinete de Recarga Charge Mate é para instituições que já fazem o uso de notebook e tablets, mas querem um produto para recarregar, transportar e armazenar os devices de forma segura, prática e organizada.

Lei brasileira sobre a inclusão digital nas escolas

Em 2020, o senador Confúcio Moura (MDB-RO) criou o Projeto de Lei (PL) 4.538/2020, que prevê o acesso à internet e equipamentos tecnológicos para alunos de baixa renda da educação básica.

O PL busca criar uma lei brasileira para o Programa Nacional de Inclusão Digital para a Educação Básica. Essa ação teria recursos do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) e seria gerida conjuntamente pelos Ministérios das Comunicações e da Educação.

A inclusão digital nas escolas públicas seria o objetivo dessa possível lei brasileira, que surgiu durante a pandemia da Covid-19. Afinal, o momento de distanciamento social e fechamento das escolas potencializou a importância das ferramentas digitais para o aprendizado dos estudantes.

Lousa_Digital_TouchPro_Colégio_MOVPLAN

Projetos do Governo Federal para inclusão digital nas escolas

Além do PL, o Governo Federal possui programas que tem como objetivo democratizar o acesso aos recursos tecnológicos e promover a inclusão digital nas escolas. Entre eles está o Programa Banda Larga nas Escolas (PBLE), lançado em 2008 com o objetivo de promover a inclusão digital ao conectar todas as escolas públicas urbanas à internet por meio de tecnologias que proporcionem qualidade, velocidade e serviços para incrementar o ensino público no Brasil.

Outra iniciativa do Governo Federal para a inclusão digital nas escolas é o Projeto Casa Brasil. O objetivo é criar espaços com computadores conectados à internet, sala de leitura, estúdio multimídia, auditório e laboratórios de informática e ciências.

Como ter um projeto de inclusão digital nas escolas?

Agora que você já sabe o que é a inclusão digital nas escolas, vamos entender como ter um projeto alinhado com o Plano Político Pedagógico da turma. A tecnologia deve ser incluída com o objetivo de favorecer o aprendizado e o desenvolvimento dos estudantes.

[+] LEIA MAIS: Flipped classroom: a metodologia para revolucionar o ensino

Além disso, as instituições de ensino devem ensinar o uso saudável e consciente da internet e dos equipamentos. Conheça algumas ideias de ações para a inclusão digital nas escolas:

  • Fotografia: com o uso de câmeras fotográficas ou celulares os alunos podem desenvolver o seu olhar sobre o mundo.
  • Trabalhos transmídia: incentivar a produção de trabalhos em áudio (podcast), vídeo e texto (usando recursos impossíveis no papel, como links).
  • Ambiente de Avaliação Virtual (AVA): a sala de aula virtual envolve fóruns, chats, videoaula e espaço colaborativo.

Inclusão digital nas escolas: educação infantil

A tecnologia é inserida cada vez mais cedo na vida dos seres humanos. É comum ver crianças navegando com facilidade por plataformas de compartilhamento de vídeos ou grandes redes de streaming. E o mais curioso: sem saber ler ou escrever.

Esses são os conhecidos “nativos digitais”: pessoas com fluência e facilidade na navegação na internet. Nesse sentido, é possível refletir sobre como a adoção de equipamentos tecnológicos pode aproximar o aluno do aprendizado e motivar o engajamento nas aulas com a inclusão digital nas escolas.

A inclusão digital nas escolas de educação infantil deve ser usada com parte do Plano Político Pedagógico para garantir o desenvolvimento de habilidades e competências das crianças. Ou seja, a inclusão digital nas escolas deve contribuir para o trabalho do professor e para o aprendizado dos estudantes.

MOVPLAN_Lousa_Digital_Colégio

Pandemia e inclusão digital nas escolas

A chegada da Covid-19 causou diversos efeitos negativos para a saúde, economia e educação em todo o mundo. Entre elas está o fechamento das escolas e centros de ensino como medida para conter o avanço do novo coronavírus no país.

As autoridades suspenderam aulas e atividades nas escolas públicas e privadas em todos os níveis de ensino. Isso fez a inclusão digital nas escolas ganhar destaque na vida de educadores, estudantes e familiares, que precisaram se adaptar com o uso de equipamentos tecnológicos para que a educação não parasse.

Nesse momento, os alunos e professores tiveram que adotar aulas online, Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e outros recursos. Foi assim que a inclusão digital nas escolas fez aumentar a busca por ensino híbrido e sala de aula invertida.

[+] LEIA MAIS: Sala de aula invertida, ensino híbrido e modalidade EAD: tudo que você precisa saber

Ensino híbrido e a inclusão digital nas escolas

A inclusão digital nas escolas pode estar relacionada com o ensino híbrido, porque a metodologia tem como objetivo unir elementos presenciais e digitais. Sendo assim, destaca a valorização do aluno, que recebe autonomia e pratica o aprendizado colaborativo.

Entre os modelos de destaque estão aqueles adotados em Stanford, MIT e Duke University. No Brasil, o modelo é mais comum no ensino superior. Alguns países do nosso continente são mais abertos para a flipped classroom, como é o caso de Argentina, México, Colômbia, Peru e Chile. Estes já aplicam a metodologia flipped classroom de forma mais ampla que nós.

Sala de aula invertida e a inclusão digital nas escolas

Também conhecido como flipped classroom, a sala de aula invertida pode ser uma ótima metodologia para a inclusão digital nas escolas. A ideia é que o professor libere o conteúdo da aula para que o aluno busque informações e estude antes. Nesse caso, o educador também é um curador das melhores fontes, com informações seguras que garantirão qualidade no ensino.

[+] LEIA MAIS: Ensino híbrido: entenda o que é e conheça as vantagens e desvantagens

Dessa forma, os estudantes participam da aula já com o conhecimento prévio para fazer questionamentos e esclarecer possíveis dúvidas que surgiram durante o estudo. A sala de aula invertida mantém o material didático da instituição com o acréscimo da inclusão digital nas escolas.

Lousa_Digital_MOVPLAN

Conheça a MOVPLAN e saiba como garantir a inclusão digital nas escolas

A MOVPLAN é reconhecida no mercado educacional por soluções pensadas para o aprimoramento da aprendizagem dos alunos e autonomia para professor. Com mais de 20 anos no mercado, a marca tem uma política rigorosa para garantir qualidade, promove capacitação frequente dos colaboradores e a inclusão digital nas escolas.

Além de atuar no território nacional, a empresa possui exportação para toda América Latina, com fabricação própria de lousa digital e diversas soluções educacionais, como o Gabinete de Recarga Charge Mate, a Lousa QuadriLine TouchPro e a Lousa QuadriLine Slim, entre outras.

Escolas com tecnologia MOVPLAN

A inclusão digital nas escolas já é algo vivido pelos clientes da MOVPLAN, confira algumas instituições:

Como adotar a inclusão digital nas escolas?

Quer saber mais sobre como as soluções educacionais da MOVPLAN podem auxiliar na inclusão digital nas escolas? Entre em contato conosco! Temos uma equipe preparada para te atender e tirar todas as suas dúvidas.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Receba nossos artigos por email