Como funciona e como organizar a estrutura para ensino híbrido

Se você deseja transformar o aluno em um protagonista no processo de aprendizagem, você precisa conhecer a educação híbrida. A metodologia de ensino pode ser caracterizada de forma simples pela união de elementos presenciais e remotos. Ou seja, além da rotina presencial na sala de aula, os estudantes são incentivados no desenvolvimento de atividades no meio digital.

Continue a leitura para conhecer outros aspectos da educação híbrida, além de entender como organizar e como funciona a estrutura para ensino híbrido.

Estrutura para ensino híbrido: o que é?

A estrutura para ensino híbrido é caracterizada pela união de atividades presenciais e virtuais, proporcionando autonomia para os estudantes. Isso significa a manutenção das aulas presenciais e da vivência escolar, mas com acréscimo de atividades que geram proatividade aos alunos. Entre os exemplos de atividades realizadas em uma estrutura para ensino híbrido estão os fóruns virtuais ou acesso a conteúdo extra.

[+ LEIA MAIS] Tecnologia educacional: qual o papel, aplicação na prática e como utilizar?

De forma geral, a estrutura para ensino híbrido compõe uma metodologia ativa para gerar o engajamento dos alunos, colocando-os no centro da aprendizagem. Neste cenário, o professor se torna um mentor e mediador do caminho educacional que os estudantes irão percorrer.

Afinal, como funciona a estrutura para ensino híbrido na prática?

Você já deve ter ouvido falar de cursos de graduação ou pós-graduação semipresencial! A estrutura para ensino híbrido neste caso acontece através de diversos conteúdos que devem ser acessados no ambiente virtual. Entretanto, os alunos também têm acesso às aulas presenciais para tirar dúvidas e aprofundar o conhecimento adquirido.

Categorias do ensino híbrido

A estrutura para ensino híbrido pode estar pautada em duas categorias: o sustentado, que é definido pela manutenção das características do ensino tradicional; e o disruptivo, que é caracterizado pelo rompimento total com o ensino tradicional.

A escolha da categoria deve ser pensada de acordo com a construção do plano de aula, e deve atender às características da instituição, dos estudantes, dos professores e dos membros que compõem a comunidade.

blended_learning_ensino_hibrido_movplan

Por que o aluno deve ser protagonista?

O protagonismo dos alunos pode ser benéfico em vários pontos. Afinal, o estudante é convidado a desenvolver habilidades, como: ler, ouvir, observar, experimentar e ensinar. A retenção de conteúdo para esses casos foi comprovada pela Pirâmide de Aprendizado de William Glasser, confira:

  • Ler: 10% de retenção de conteúdo;
  • Ouvir: 20% de retenção de conteúdo;
  • Observar: 30% de retenção de conteúdo;
  • Ver e ouvir: 50% de retenção de conteúdo;
  • Experimentar: 80% de retenção de conteúdo;
  • Ensinar: 95% de retenção de conteúdo.

Papel da professora na estrutura para ensino híbrido

No ensino tradicional, os professores tinham o papel de transmitir o conhecimento aos alunos e, assim, promover o aprendizado. O que as metodologias ativas, como a estrutura para ensino híbrido, preveem é uma mudança na função. Afinal, transforma o aluno em protagonista e o professor se torna um mediador neste processo. Dessa forma, o professor é a figura responsável por orientar os próximos passos para o aluno.

Quais os 5 tipos de modelos no ensino híbrido?

Se você deseja colocar a metodologia do ensino híbrido na prática, precisa conhecer 5 modelos para adotar. Confira modelos para a estrutura para ensino híbrido:

  • Estrutura para ensino híbrido com sala de aula invertida: é caracterizado pela inversão da rotina na sala de aula. Afinal, nesta metodologia, o aluno estuda o conteúdo antes da aula e leva as dúvidas para o encontro presencial.
  • Estrutura para ensino híbrido com flex: é caracterizado pelo desenvolvimento de atividades individuais e em grupo em que os alunos passam entre as modalidades de ensino on-line e presencial. Além disso, o professor tem a função de mediador para tirar dúvidas, organizar o estudo e motivar o engajamento.
  • Estrutura para ensino híbrido com laboratório rotacional: a turma é dividida em grupos para alterar a realização de atividades remotas e presenciais. Sendo assim, o aluno tem apoio da tecnologia para estudar e continua com o suporte do professor.
  • Estrutura para ensino híbrido com à la Carte: é caracterizado pelo oferecimento de disciplinas remotas ou on-line e o próprio aluno tem autonomia para escolher o que deseja cursar.
  • Estrutura para ensino híbrido com Rotação por estações: neste modelo, os alunos são divididos por grupos baseado em estações de aprendizagem.

Como organiza e como funciona a estrutura para ensino híbrido?

Agora que você já sabe o que é, vamos te apresentar algumas soluções educacionais que podem te ajudar a compor esse cenário. Na empresa brasileira MOVPLAN, há equipamentos que podem usados na estrutura para ensino híbrido, confira:

lousa-digital-movplan-quadriline-touchpro

Lousa Digital na estrutura para ensino híbrido

A Lousa Digital, equipada com o exclusivo Software Educacional QUADRIBOOK, é uma solução educacional que possibilita a gravação de videoaulas e criação de aulas com alto impacto visual. O equipamento ainda possui 18 funcionalidades, como: ferramentas de escrita, desenho, gráficos, matemática, apresentações, captura de imagem, reconhecimento de escrita, bloqueio do touchscreen e vídeo player.

Lousa QuadriLine TouchPro na estrutura para ensino híbrido

O equipamento ideal para quem deseja entrar no universo digital sem abrir mão do tradicional. Conhecida como a evolução da lousa, a Lousa QuadriLine TouchPro une o melhor da lousa branca tradicional com a lousa digital. Isso significa que a lousa possui todas as funcionalidades do Software Educacional QUADRIBOOK da Lousa Digital com o quadro branco de apoio.

Gabinete de Recarga na estrutura para ensino híbrido

O Gabinete de Recarga Charge Mate da MOVPLAN é ideal para organizar, transportar e recarregar notebooks, tablets e outros devices. Na pandemia, o gabinete de recarga pode ser um excelente amigo na estrutura para ensino híbrido. Afinal, é possível higienizar sempre que guardar os devices, garantindo a organização dos equipamentos.

Plano de aula: o que considerar nas atividades na estrutura para ensino híbrido?

Além da estrutura para ensino híbrido, as instituições de ensino devem ter um plano de aula, ou seja, o Plano Político Pedagógico voltado para a modalidade de ensino. A equipe de gestores e educadores deve levar em consideração qual modelo será utilizado e como será desenvolvido dentro da sala de aula.

[+ LEIA MAIS] Tecnologia na escola: por que é fundamental e como aplicar na prática?

Quais as principais características da estrutura para ensino híbrido?

A educação híbrida prevê a realização de atividades on e offline, além da inserção do aluno como protagonista do processo de aprendizagem. Neste sentido, é importante ter em mente quais principais características da estrutura para ensino híbrido.

De forma geral, a estrutura para ensino híbrido envolve a incorporação de equipamentos, como notebook, lousa digital e ambiente virtual; e de planejamento, com revisão do Plano Político Pedagógico. Afinal, a educação híbrida precisa seguir de forma fluida e integrada.

lousa-digital-touchpro

Estrutura para ensino híbrido: vantagens e desafios

Entender as vantagens e os desafios de montar uma estrutura para ensino híbrido na sua instituição de ensino é essencial para adotar a metodologia. Sendo assim, confira as vantagens da estrutura para ensino híbrido:

  • Autonomia aos estudantes
  • Incentivo ao engajamento
  • Potencialização da proatividade dos alunos

Por outro lado, adotar a estrutura para ensino híbrido exige realizar importantes atividades, como: capacitação dos educadores e gestores e construção do plano de aula. Dessa forma, será necessário promover palestras, treinamentos e debates entre gestores, pais e alunos para aumentar o entendimento da importância da metodologia e para construir de forma conjunta as mudanças.

Estrutura para ensino híbrido na pandemia

Entre as medidas de segurança para conter o avanço do novo coronavírus estava a suspensão das atividades presenciais na escola em março de 2020. A realidade foi de adaptação para o ensino remoto e inclusão do ensino híbrido, gerando legado para a sociedade e para as instituições de ensino: estrutura para ensino híbrido.

[+ LEIA MAIS] A importância da tecnologia na educação durante e depois da pandemia

Dessa forma, a estrutura para ensino híbrido na pandemia pode envolver uso de lousas digitais, computadores, tablets e notebooks alinhadas com a metodologia de ensino. Além disso, pode contar com o Ambiente de Aprendizagem Virtual (AVA) para realização de fóruns de dúvidas para promover a interação de alunos com a moderação do professor.

A tecnologia é uma grande aliada do ensino híbrido, porque é necessária para garantir que as atividades on-line sejam realizadas. Dados apontam que 55% dos professores fazem uso de alguma tecnologia em sala de aula, segundo o estudo ‘O que pensam os professores brasileiros sobre a tecnologia digital em sala de aula?’.

Além disso, a pesquisa revela que 34% dos professores participantes acreditam na motivação gerada pela inclusão da tecnologia e 17% das respostas destacam que o recurso melhora das habilidades cognitivas e da capacidade dos estudantes procurarem informação.

lousa-digital-touchpro-movplan

A pesquisa foi realizada no primeiro semestre de 2017 com 4.000 professores de todas as regiões do Brasil. É uma iniciativa do movimento Todos Pela Educação, que abrange dados como infraestrutura na educação brasileira. E conta com a parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Instituto Natura, Itaú BBA, Fundação Telefônica Vivo e Samsung.

Personalização da estrutura para ensino híbrido: conheça a MOVPLAN

A empresa brasileira MOVPLAN desenvolve soluções educacionais que podem ajudar quem deseja montar uma estrutura para ensino híbrido. A marca tem o objetivo de potencializar o processo de aprendizagem nas instituições de ensino. Possui 20 anos de história e já equipou mais de 18 mil salas de aula, como:

Entre os diferenciais da empresa brasileira está a fabricação própria do portfólio, que conta com lousas tradicionais e digitais, além de outras soluções inovadores para o setor educacional. Os produtos podem contribuir para a montagem da estrutura para ensino híbrido.

Você deseja saber como a MOVPLAN pode contribuir para a estrutura para ensino híbrido da sua escola? Entre em contato com o time de consultores da MOVPLAN e converse sobre a estrutura para ensino híbrido.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Receba nossos artigos por email